Qual a melhor maneira de limpar a minha prótese total (dentadura)?

limpar-protese

As próteses dentárias foram concebidas para restabelecer tanto a estética quanto a função dos dentes perdidos, mas, qualquer pessoa que precise ser reabilitada com uma prótese dentária deve estar consciente que, por mais natural e perfeita que ela pareça, ela não é igual a uma dentição natural, e, por isso, precisa de cuidados adicionais. O cuidado com a limpeza deve ser redobrado, e, seguindo as orientações abaixo, você estará ajudando a prolongar a longevidade da sua prótese e garantindo o sucesso do seu tratamento.

As dentaduras devem ser higienizadas mecanicamente com escova e com creme dental ou sabão e água fria, sempre após as refeições. Recomenda-se, antes de iniciar a higiene, colocar uma toalha dentro da pia, pois, em caso de queda, a prótese não se quebrará. Existe um tipo de escova dental projetada para dentaduras, cuja característica é a presença de dois comprimentos de cerdas – curtas para higienizar a parte externa e os dentes da prótese, e longas para higienizar a parte interna da dentadura, que é de acesso difícil para a escova comum. Essa escova não é encontrada com a mesma facilidade como a escova comum, mas pode ser substituída por uma escova macia.

limpar-protese2

Atualmente, os fabricantes de escovas dentais já apresentam uma linha de produtos efervescentes para higienização química das próteses, contribuindo para diminuir a dificuldade encontrada pelos idosos ou portadores de problemas de coordenação motora. É importante ressaltar que o uso de produtos efervescentes ou  solução de água e bicarbonato de sódio (imersão durante a noite) não substitui a higienização com escova e pasta.

Nunca devemos fazer uso de produtos caseiros como água sanitária ou pós de limpeza (tipo Sapólio), uma vez que descolorem e arranham o acrílico. Também não se deve usar água quente, pois, como a dentadura é feita de acrílico (um tipo de plástico), o calor pode deformar a prótese, o que inviabilizaria seu uso.

Uma outra dúvida que existe é se a prótese deve ou não ser retirada para dormir. Muitos autores recomendam a remoção das próteses durante a noite, para que os tecidos não fiquem sob ação das próteses e dos possíveis microorganismos a elas associados, a maioria dos pacientes não aceita essa conduta, pois se sentem constrangidos psicologicamente em tê-las em um copo. Outro motivo para não dormir com as dentaduras seria a diminuição da sua estabilidade e retenção, pois a tendência do paciente é “segurá-las” pela ação muscular ou apertando os dentes durante toda a noite, o que poderia ocasionar dor devido à parafunção. Portanto, é recomendável dormir sem a dentadura.

limpar-protese3

Por melhores que sejam, as próteses totais devem ser substituídas no máximo a cada cinco anos, pois após este prazo, tanto sua estética quanto sua funcionalidade poderão estar comprometidas., mesmo que tenham sido cuidadas e higienizadas rigorosamente. Durante esse tempo, deve ter havido controles periódicos com o dentista para se checar tecidos moles, adaptação, oclusão, e higiene de cavidade oral estão corretos. Pacientes que tiveram tártaro nos dentes naturais provavelmente terão nas dentaduras artificiais. Não é difícil evitar que ele se forme se for feita uma higienização correta, pois caso contrário, a mucosa oral poderá ficar inflamada e a prótese ter odor desagradável.

Todos os direitos reservados © Benvenuto Odontologia 2014 - Desenvolvido por: Inova House